30% é um mundo (e não podemos aceitar)

“Tudo depende do ponto de vista” e “sempre dá pra ver o copo meio cheio” são frases que eu repito à exaustão. São tentativas – às vezes frustradas – de não deixar que as notícias ruins acabem com meus dias. Normalmente, quando a notícia é de que é 30% alguma coisa ruim, penso “mas, poxa, tem 70% bom”. Continuar lendo “30% é um mundo (e não podemos aceitar)”

Três mulheres: passado recente, presente e futuro

Luisa, Eliza e Ana Maria têm idades diferentes. São 5 anos, 2 primaveras e 10 dias, respectivamente. Pra qualquer um, são crianças que descobrem o mundo – cada uma na sua fase e ao seu jeito. Em mim elas provocam, entre brincadeiras e choros, um transporte ao passado e uma preocupação imensa com o futuro. Continuar lendo “Três mulheres: passado recente, presente e futuro”