Carta para Eliza

Hoje você nasceu, minha afilhada. Escolheu o dia de Páscoa provavelmente apenas pelo destino, sempre tão bondoso, e não por saber que para todos nós, que te amamos desde antes de sabermos quando você viria para este mundo, você é um renascimento.

Você nasceu num domingo, Eliza. Um domingo que começou nublado e, como se soubesse que o mundo nunca mais seria o mesmo agora que tem você, o tempo se abriu pra mim.

Você nasceu em tempos confusos. Espero que quando você puder ler essa carta que não é bem carta, muita coisa tenha mudado. Mas que muita coisa também permaneça exatamente assim: o desejo de sermos sempre melhores, a alegria que temos em passar uma tarde no sofá com seus pais sem fazer nada, a sensação de que o tempo está passando mas nunca é em vão quando temos amigos.

Sabe o que eu quero que você saiba desde já, Eliza? Que sou sua madrinha por causa da coisa mais importante que existe, e que você vai descobrir logo, logo: a amizade. É uma palavra que você vai demorar um pouco pra escrever, mas que já vive desde a barriga da sua mãe. Amizade, Eliza, é o que faz as pessoas desafiarem a ciência e criarem laços tão fortes quanto o DNA. É o que faz com que eu ame seus pais, e a você, mais do que vocês imaginam.

No dia que você nasceu, Eliza, este domingo, eu chorei, sem vergonha nenhuma, vestindo uma camisa verde e amarela, numa sala cheia de gente falando numa língua estranha coisas que eu nem imagino. Eu chorei de emoção, de alegria, de um amor que não sabia dentro do meu corpo.

Você nasceu neste domingo bonito, Eliza. Um domingo em todos nós decidimos recomeçar, só pra te acompanhar começando. Um domingo de Páscoa, um domingo em que mesmo tão pequena, você esteve em vários lugares. Porque você também vai aprender que o amor, assim como a amizade, é bem maior que a distância.

Eu te amo, Eliza. Minha afilhada.

Anúncios

3 comentários em “Carta para Eliza

  1. Marina,
    E a Eliza tem a sorte de ter uma vindo ao mundo com pessoas sensíveis e inteligentes que vão fazer dela uma pessoa muito especial. A Eliza veio para mudar o nosso mundo e também para aprender com os pais especiais, os melhores padrinhos e as “tias” babonas.

  2. Marina, sempre linda com essas palavras! Um nascimento, é de fato sempre renascimento para os que partilham dessa alegria.Tenho certeza que a Eliza já nasceu cheia de graça, pelos pais amorosos que tem e por essa dinda tão mãezinha!
    Beijos!

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s