Shuffle

Dia desses, sentia uma saudade até meio dolorida de uma coisa que eu não conseguia – por mais que tentasse – entender. Ai me veio o Caetano. E eu lembrei quando ele me acordou cantando, naquele dia que por mais histórico que fosse, era especialmente normal na nossa rotina tão doce e tão leve. Uma serenata bonita, assistida por olhos de sono e sorrisos de manhãs. Enquanto ele dizia “você é linda”, não era meu ego que se elevava. Era só a paixão batendo na porta do que sempre foi amor.

Eu descobri, então, do que sentia tanta falta.

Anúncios

6 comentários em “Shuffle

  1. Me sinto exatamente assim quando to a procura de uma banda nova. Sempre me pergunto “do que eu to sentindo falta? o que eu estou procurando?” E daí aparece :D

    ;**

  2. dia desses eu sentia uma saudade esquisita que eu não conseguia explicar de onde vinha. aí me vieram pessoas cujas histórias eu adoro ouvir, mesmo que em silêncio.
    não descobri do que sentia falta, mas essas pessoas me fizeram esquecê-la.

  3. O pior ainda , acho, é saber que o que você sente falta é o que você nunca vai ter.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s