Não

Eu que não acredito nessas coisas, peço a Deus, ao espírito-mor, ao Buda, a seja lá quem for que tem alguma influência nesse mundo. Eu que não gosto de simpatias, levo um trevo e quatro folhas, levanto com o pé direito, cruzo os dedos. Eu que não rezo, cruzo os dedos em frente ao meu rosto e clamo. Alguém aí de cima tira essa dor de mim, por favor?

Não existe nada pior do que dor vazia, saudade vazia, choro vazio. Não existe nada pior pra quem acredita em sentimentos do que não saber sentir. Não existe nada que consiga me deprimir mais nesse momento do que ouvir o Vander Lee dizer que queria morar no interior do seu interior. Não existe Cristo que faça eu calar a voz dele. “Deixe eu chorar até cansar, me leve pra qualquer lugar aonde Deus possa me ouvir. Minha dor, eu não consigo compreender, quero algo pra beber. Me deixe aqui, pode sair”.

Sinto compulsão pelo que eu não sei o que é. Sinto veemência, por não desaguar meu desengano. Sinto loucura, por não saber traçar linhas retas. Sinto rancor, não sei amar a mim mesma, sempre. Sinto medo, de não saber o que o dia de amanhã, a hora de daqui a pouco, o segundo que segue, me preparam.

Não posso querer ser assim. Não posso querer ser. Não posso querer. Não posso. Não.

Anúncios

3 comentários em “Não

  1. não sei exatamente o que está acontecendo, mas se permita sentir essa dor para os sentimentos passarem. espanque o travesseiro até suas energias acabarem. qualquer coisa, precisando, já sabe (eu espero)

    :*, melhoras

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s